Meu Pet Está Com Câncer… E Agora?

meu cachorro está Com Cancer

Coma evolução da ciência e o aumento da longevidade dos animais de estimação, as doenças ditas “humanas” estão atingindo cada vez mais nossos pets, entre elas o câncer se destaca.

O câncer é um dos maiores responsáveis pela morte de animais de estimação na atualidade. É uma doença que chega aos poucos e que pode ser detectada ainda no início. Por isso é fundamental ficar em dia com as visitas ao veterinário e sempre monitorar a saúde do pet.

Ao detectar um ou mais dos sintomas listados abaixo, é necessário que o tutor leve o seu pet com urgência ao veterinário de sua confiança para descobrir a origem do(s) sintoma(s) identificados. Assim como nos humanos, quanto mais rápido o diagnóstico e tratamento for iniciado, maior será a possibilidade de cura do animal.

 

Câncer em cães e gatos, sintomas:

 

  • Mudanças ao fazer suas necessidades fisiológicas e padrão de alimentação
    Como por exemplo, dificuldade para urinar ou defecar (podendo ainda, aumentar ou diminuir a quantidade de idas ao “banheiro”), perda de apetite, dificuldade na deglutição, excesso de sono ou falta dele.
  • Dor
    Sinais de dor que podem ser detectados ao realizar uma série de atividades que eram comuns no seu dia-a-dia, como andar, correr e pular e que atualmente não fazem ou diminuíram a intensidade. Exemplo: seu felino não consegue mais subir na janela ou seu cão não consegue mais subir no sofá.
  • Alterações respiratórias
    Respiração ofegante, com ou sem a realização de atividades físicas. Tosse e espirros frequentes devem sempre ser investigados.
  • Diarreia, vômitos ou sangramentos
    Diarreias com sangue ou sangramentos importantes, secreções como muco e vômitos sem motivo aparente podem indicar a doença.
  • Perda de peso
    Por conta da falta de apetite, dificuldade em se alimentar ou, ainda pelo próprio câncer que, como um parasita, consome os nutrientes ingeridos normalmente pelo pet, pode ocorrer a perda de peso que é um sinal bastante característico em cães e gatos com câncer.
  • Odores atípicos
    Cheiros estranhos e fortes e na região bucal, auditivas ou outras regiões do corpo também podem ser indícios de que o cachorro está com câncer.
  • Feridas que não cicatrizam
    Além de inflamações, doenças de pele ou infecções importantes, o câncer nos peludos de estimação também pode trazer grande dificuldade de cicatrização em feridas.
  • Episódios de rigidez ou paralisia
    Paralisias sem motivo aparente também não é “normal” e podem indicar a presença de um câncer.
  • Inchaço em determinadas regiões do corpo
    O surgimento de nódulos ou inchaços em pontos específicos é um dos sintomas mais clássicos do carcinoma do câncer de pele, que é o câncer mais comum nos pets. Nestes casos, é fundamental que o animal seja encaminhado o mais rápido possível para um profissional, para que o veterinário possa fazer uma citologia ou biópsia no local e investigar este “caroço”.

 

Meu Cachorro Está Com Câncer… E Agora?

 

Meu Cachorro Esta Com Cancer

Quando os tutores de animais recebem o diagnóstico de que o seu pet está com câncer, logo se desesperam com a dúvida sobre a cura do câncer.

A verdade é que hoje a tecnologia de tratamentos veterinários avançou demais e com isso já é possível alcançar a cura de vários tumores, porém a chance de cura do câncer dependerá de alguns fatores, como estado geral, diagnóstico precoce e tipo e estágio do tumor do animal.

Geralmente o diagnóstico de câncer em animais domésticos surgem através de exames rotineiros com a possibilidade de o tumor ainda estar no estágio inicial. Depois da descoberta do câncer através da observação dos sintomas e de exames clínicos, radiológicos e laboratoriais, o médico veterinário determina qual será o tratamento para o momento.

Hoje em dia existem diversas opções de tratamento de câncer, assim como em seres humanos que são:

  • Cirurgia

A cirurgia pode ser necessária quando o tumor está localizado em uma área específica e a retirada é realizada para remover o tumor junto com qualquer tecido que esteja próximo que possa conter células cancerosas.

A cirurgia também pode ser usada para tratar problemas provocados pelo câncer, como retirada de um tumor que está bloqueando o intestino, ou ainda, um câncer no osso que está causando muita dor.

  • Quimioterapia

A quimioterapia é um tratamento médico que introduz na circulação sanguínea do animal (ou, em alguns casos, é ministrado via oral), uma combinação de medicamentos para combater o câncer destruindo as células doentes que impedem que as mesmas se espalhem pelo corpo.

A quimioterapia pode ser usado como tratamento único, como por exemplo no Linfoma, ou junto com outras modalidades. Pode ser usada com objetivo de cura, ou ainda com objetivo de controlar as metástases, quando o câncer já se espalhou e garantir uma melhor qualidade de vida para o pet.

Por mais que algumas pessoas relutem contra esse método de tratamento, em alguns casos a tão temida quimioterapia é necessária. É interessante que os tutores de animais com câncer entendam que os efeitos colaterais, que os humanos passam quando fazem a quimioterapia, são mais “leves” e melhor tolerados pelos cães e gatos.

Então esse pode ser mais um ponto positivo para quem tem dúvidas sobre esse tipo de procedimento.

  • Radioterapia

A radioterapia, assim como a cirurgia, também pode ser utilizada para tratar tumores localizados. O método radioterápico tem o propósito de destruir as células cancerosas ou danifica-las para que não possam se desenvolver. Esse procedimento pode ser administrado isoladamente ou associado com a cirurgia ou quimioterapia.

 

Métodos Alternativos Para Tratar Animais Com Câncer

 

Quando o diagnóstico do câncer for feito, o médico veterinário provavelmente informará quais são as outras formas de tratamento disponíveis para tratar o câncer ou até mesmo aliviar os sintomas do mesmo. Esses métodos podem incluir fitoterápicos, dietas especiais, vitaminas ou outras técnicas, como por exemplo, massagem ou acupuntura.

 

  • Radiestesia

​A palavra Radiestesia é dividida em dois termos:  RADIUS, que vem do latim e significa radiação/raio e AISTHESIS, que vem do grego e significa sensibilidade a captação.

Então o significado da palavra é “ser sensível a captação de variadas frequências de energia”. O Radiestesista é “uma antena de captação de todos os tipos de energia”.

Essa técnica natural pode ser usada para vários fins, inclusive para recuperar a saúde de um animal com câncer de forma 100% natural. Com ela é possível detectar locais com energias nocivas no corpo do animal, fazendo com que o profissional consiga aplicar uma energia de cura exatamente aonde está concentrada a energia pesada.

Ou seja, este é um método que atua exatamente na causa do problema e pode ser muito benéfico para a saúde do peludo.

  • Acupuntura

É uma ciência antiga que tem como objetivo restabelecer o equilíbrio do organismo através de reações físicas específicas provocadas pelas agulhas.

  • Passe Espiritual

Para o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, a palavra passe apresenta vários significados, entre outros, é o “ato de passar as mãos repetidas vezes por diante ou por cima de pessoa que se pretende magnetizar ou curar pela força mediúnica”. Leia também nosso artigo sobre “Passe Espiritual Em Cães E Gatos”.

  • Reiki

É uma técnica japonesa para redução do estresse e relaxamento que promove a cura. É transmitido através da “imposição de mãos” e baseia-se na ideia de que uma “energia vital” invisível flui através de nós e é o que faz estarmos vivos.

 

A maioria dos métodos de tratamentos complementares são oferecidos para ajudar o cachorro ou gato a se sentir melhor e não como solução de cura para o câncer. Uma terapia não deve excluir o uso de outra, e sim serem usadas em conjunto. Certos métodos podem ser usados ​​junto com o tratamento determinado pelo veterinário, no dia do diagnóstico.

 

Formas De Prevenir O Câncer Em Animais

Como já dissemos logo no início deste artigo, não temos como impedir que o câncer atinja os cães e gatos de estimação. Entretanto, existem formas de prevenir o câncer e é sobre isso que vamos falar agora.

Mesmo que seu animal esteja com câncer ou se ele já teve e foi curado, é importante que você preste atenção nessas dicas. Pois o animal que já teve câncer, tem a possibilidade do câncer voltar ou outro surgir 2 anos após a cura.

 

  • Substâncias Tóxicas

O contato próximo com alguns venenos e substâncias tóxicas é bastante prejudicial para os animais de estimação. Evite aplicar no corpinho de seu animal de estimação, herbicidas ou qualquer tipo de substância tóxica para matar insetos e pragas. Use sempre os antiparasitários específicos para esse fim.

 

  • Castração e anticoncepcionais

Infelizmente, nos dias de hoje ainda existem pessoas que dão injeções hormonais para suas cachorras e gatas não entrarem no cio. O anticoncepcional veterinário é responsável pela maioria dos cânceres de mama, assim como doenças no útero.

Então, caso você tenha uma fêmea e não queira que ela procrie, é essencial castra-la antes do primeiro cio ou o mais rápido possível. Pois isso irá prevenir não só o câncer, mas também ajudará a evitar o abandono de animais.

Castrar os cães machos também é útil por questões de saúde e comportamento.

 

  • Exposição Solar

Os tutores de animais com pelagem clara ou curta, devem ficar atentos à exposição solar dos seus bichinho, pois assim como os humanos, o excesso de exposição aos raios ultra-violetas podem causar danos à pele e até mesmo um câncer.

Hoje já existem alguns filtros solar para pet, mas infelizmente, o valor é um pouco alto e alguns pets não aceitam bem a aplicação do produto. Então o jeito é evitar o excesso solar de outras formas, como por exemplo, não passear com o pet em horários que o sol está forte (entre 10hrs e 16hrs).

 

Na EVET você encontra especialistas na aérea de  Oncologia veterinária que poderão lhe ajudar caso seu PET possua uma doença tão complicada como é o Câncer. Mas com carinho , dedicação, aliados a ciência, podemos encontrar uma alternativa que ajude você e seu pet a lhe dar com este problema.

 

Ficou com dúvida e precisa da opinião de um especialista?

Entre em contato no formulário abaixo e teremos prazer em atende-lo:

Fontes:

http://portaldodog.com.br/cachorros/listas/10-sinais-de-câncer-nos-cachorros/

http://g1.globo.com/minas-gerais/triangulo-mineiro/noticia/2012/12/câncer-e-cada-vez-mais-comum-nos-caes-em-uberaba-mg.html

http://www.portalnossomundo.com/site/saude/meu-animal-esta-com-câncer-e-agora.html

http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/câncer-cachorro/

http://www.oncoguia.org.br/conteudo/tipos-de-tratamento-contra-o-câncer/9017/1034/

http://www.brupacifico.com.br/o-que-fazer-quando-meu-animal-tem-câncer/

http://animais.culturamix.com/doencas/meu-animal-de-estimacao-esta-com-câncer-e-agora

http://epoca.globo.com/colunas-e-blogs/fernanda-fragata/noticia/2015/03/bquimioterapia-em-petsb-nao-e-um-bicho-de-sete-cabecas.html

 

Recomendado para você:

Comentários

comentários

One comment

Add Comment

Required fields are marked *. Your email address will not be published.